Facebook negocia compra do aplicativo Waze, diz jornal

Valor do negócio pode chegar a US$ 1 bilhão, de acordo com diário israelense; serviço tem 45 milhões de usuários

LIGIA AGUILHAR, O Estado de S.Paulo

10 de maio de 2013 | 02h10

Depois de investir US$ 1 bilhão na compra do Instagram, o Facebook está perto de fazer uma nova aquisição bilionária. Segundo o diário de negócios israelense Calcalist, a rede social está em negociações avançadas para a compra do aplicativo Waze por um valor entre US$ 800 milhões e US$ 1 bilhão.

O Waze, com sede em Israel, foi eleito o aplicativo do ano pela Apple em 2012. O sistema cruza um serviço de navegação GPS com características de redes sociais e sugere a melhor rota com base na situação do trânsito, calculada em tempo real a partir dos dados dos seus mais de 45 milhões de usuários.

Alertas podem ser enviados sobre engarrafamentos, radares, acidentes, postos policiais e obras. Além de integração com Facebook e Foursquare, o Waze também permite contato direto entre usuários.

As conversas com o Facebook teriam começado há seis meses. Segundo o TechCrunch, site especializado em negócios de internet, pessoas próximas às duas empresas confirmaram as negociações e os valores. O acordo só não teria sido fechado ainda porque ambos os lados não tomaram uma decisão se o escritório do Waze será mantido em Israel ou levado para os Estados Unidos.

Procurada pelo Estado, a assessoria do Waze afirmou que a notícia é apenas um rumor e que a empresa não iria comentar o assunto. O Facebook também não quis se pronunciar.

A aquisição do Waze pela rede social, porém, faria sentido, uma vez que o Facebook tem dado mais atenção a celulares e tablets. A empresa tem hoje 751 milhões de usuários em plataformas móveis e recentemente lançou o aplicativo Facebook Home, que destaca conteúdo da rede social em celulares Android.

Em 2012, o Waze triplicou o número de usuários. Em março, foram 1,5 milhão de downloads. Essa não é a primeira vez que uma empresa tenta comprar o aplicativo, que já foi sondado pela Apple. Se a compra for confirmada, a Waze será a terceira empresa israelense adquirida pelo Facebook. A rede social comprou a Snaptu em 2011 por US$ 70 milhões, e o Face.com, em 2012, por US$ 60 milhões. / COLABOROU ANNA CAROLINA PAPP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.