Faep defende MP para liberar plantio de soja transgênica

A Federação da Agricultura do Paraná (Faep) tem esperanças de que o governo federal edite uma medida provisória liberando o plantio de soja transgênica, o que permitiria que entidades como Embrapa e Codetec, que já possuem pesquisas de organismos geneticamente modificados apropriados para o Paraná, possam distribuí-las aos sementeiros. "Se não houver essa autorização, vai se perder mais uma safra", disse o assessor da presidência da entidade, Carlos Albuquerque, referindo-se à 2005/2006.Para a atual safra, Albuquerque disse que alguns produtores estão plantando soja transgênica, independentemente de legislação. "Estão com medo, mas estão plantando", afirmou. O problema é que, sem legislação, eles mesmos precisam custear a lavoura e trazem sementes do Rio Grande do Sul, que não são as melhores para o solo e clima paranaenses. "Por isso, o melhor é editar uma medida provisória para que a Embrapa e o Codetec que têm pesquisas possam multiplicar", opinou Albuquerque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.