Faixa de 21 a 40 anos tem mais inadimplentes, diz estudo

A faixa etária de 21 a 40 anos concentra o maior porcentual de inadimplentes, com 4,67% do total tendo algum cheque devolvido em maio, segundo dados da Pesquisa Nacional sobre Liquidação de Cheques, realizada pela Telecheque, serviço da Multicrédito.

MÁRIO BRAGA, Agência Estado

13 de junho de 2014 | 14h09

De acordo com o diretor de crédito e risco da instituição, Walter Alfieri, "os jovens que constituem a geração Y buscam novidades tecnológicas, são ambiciosos e buscam através dos bens se destacar e dizer quem são". Estas características, segundo ele, os levam a consumir produtos e serviços de maior valor agregado, tais como automóveis, motos, viagens, além de cursos de aprimoramento profissional. De acordo com o especialista, nestes segmentos o cheque é um dos meios de pagamento mais utilizados.

Ainda segundo a Telecheque, a segunda faixa etária que reuniu maior porcentual de cheques devolvidos foi a que compreende pessoas entre 41 e 50 anos, considerada a geração X pela instituição, com 2,97%. Em seguida, aparecem aqueles entre 51 e 68 anos, os baby boomers, com 1,72%, segundo a instituição.

O estudo aponta ainda que o índice de inadimplência com cheques no Brasil, em maio, foi de 3,07%, ante 2,79% registrados em abril. O tíquete médio no mês passado foi de R$ 862,00, valor 5,6% superior aos R$ 816,00 apresentados no mês anterior. A inadimplência de pessoas físicas, em maio, foi de 3,15%, e de 2,82% entre as pessoas jurídicas.

Tudo o que sabemos sobre:
telechequecheques devolvidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.