finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Falha em sistema causa atrasos em voos pelos Estados Unidos

Controladores de tráfego tiveram de realizar trabalho manualmente e pane produziu 'efeito dominó' no país

Gabriel Bueno, da Agência Estado,

19 de novembro de 2009 | 15h20

Uma falha de um sistema de computador está provocando cancelamentos e atrasos em voos por todos os Estados Unidos, nesta quinta-feira, 19, informaram a Administração de Aviação Federal (FAA) e as companhias aéreas. O problema envolveu um sistema de computação que preenche planos de voo automaticamente, forçando os controladores de tráfego a realizarem esse trabalho a mão, o que toma muito mais tempo. Isso produziu um "efeito dominó", atrasando voos por todo o país, informou em comunicado a Associação nacional de Controladores do Tráfego Aéreo.

 

Veja também:

link Pane no sistema da TAM causa filas em Congonhas e Cumbica

 

Os atrasos começaram na costa leste e, posteriormente, atingiram o oeste do país. As condições no já congestionado corredor nordeste dos EUA estavam ruim, notou a FAA. O problema não afetava os radares nem as comunicações, segundo a administração. O sindicato dos controladores de voo, porém, disse que os sistemas da FAA que fornecem informações sobre clima e o as velocidades do vento em aeroportos também não estavam funcionando.

 

"Nós estamos tendo um problema no processamento de informação dos planos de voo", reconheceu a FAA em comunicado. "Nós estamos investigando a causa do problema."

 

A Associação Nacional dos Controladores de Tráfego Aéreo afirmou que os sistemas que guiam o tráfego aéreo falharam em Atlanta e em Salt Lake City. Segundo essa associação, esses problemas podem durar horas.

 

A emissora Fox News informou que o sistema caiu às 5h15 (de Nova York, às 8h15 de Brasília). A extensão do problema ou a duração dos atrasos ainda não eram conhecidas, disse a Fox. Segundo o diário Atlanta Journal-Constitution, quase todos ou mesmo todos os voos do Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson estavam paralisados. Um comunicado do aeroporto de Atlanta informa que há um trabalho para "minimizar o impacto para os consumidores".

 

Em agosto de 2008, problemas com uma rede de troca de dados que lida com os planos de voo falhou, causando centenas de atrasos pelo país. Após o incidente, a FAA afirmou que aceleraria os esforços para melhorar esse sistema, que data dos anos 1980.

 

A FAA também enfrentou problemas em novos sistemas instalados nos últimos anos, incluindo um de telecomunicações, no valor de US$ 2,4 bilhões.

 

A confiabilidade e a capacidade dos sistemas de computadores que a FAA usam têm sido alvo de preocupação há tempos. Porém problemas técnicos e orçamentários atrapalharam os esforços para modernizar esses sistemas.

 

Um porta-voz da companhia AirTran informou que às 8h (de Nova York), haviam sido cancelados 22 voos pelo país. Em "dezenas" de outros da companhia, havia atrasos. Ele disse que os a maioria dos cancelamentos estava ligada a Atlanta, mas voos por todo o país foram afetados.

 

O Aeroporto Internacional O'Hare, de Chicago, informou que às 8h30 (hora local), os voos estavam no horário, mas eram previstos atrasos ao longo do dia. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
voosEUApane

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.