Falta de crédito preocupa Fiesp

Em maio, as vendas bateram recorde e atingiram o maior índice desde junho de 94. Cresceram 5,7% em relação a abril. Comparado com o faturamento de junho daquele ano, o crescimento foi de 70% . Porém, a produção apenas voltou ao nível do início do Plano Real. Os números da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) mostram que esse movimento deve continuar nos próximos meses.Mas segundo o presidente da Fiesp, Horácio Lafer Piva, isso pode ser motivo de preocupação para os empresários. Os estoques acumulados nos meses anteriores, por causa das vendas fracas, esgotaram-se e a indústria terá de retomar a produção para atender aos consumidores. No caso dos setores cuja capacidade de crédito já estão esgotadas, pode haver falta de recursos para incremento na produção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.