Falta de moedas prejudica troco em SP

A falta de moedas no mercado, principalmente de R$ 0,05 e de R$ 0,10, fez a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) lançar um apelo aos passageiros para que paguem os bilhetes com quantias exatas, para evitar receber o troco, ou que utilizem suas moedas. O mesmo problema, segundo a assessoria de imprensa da empresa, ocorreu também em estabelecimentos comerciais e com as bilheterias do Metrô e nos ônibus municipais. Pesquisa concluída em dezembro do ano passado pelo Banco Central mostrou que 40% das moedas de até R$ 0,10 são guardadas pela população das classes A e B, o que contribui para dificultar o troco dos passageiros. A CPTM, no entanto, garantiu que os passageiros não serão prejudicados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.