Falta de peças: importados têm menos problemas

Levantamento de reclamações e consultas sobre falta de peças de reposição realizado pelo Procon-SP, no período de janeiro a dezembro de 2000, não registrou nenhuma reclamação de produtos eletrodomésticos e eletroeletrônicos importados. Outros produtos receberam apenas uma reclamação durante todo o ano. Os aparelhos que registraram maior número de reclamações por falta de peças foram os aparelhos de som nacionais, com 14 durante o ano. Em seguida vieram as máquinas de lavar roupa, lavadoras de louça e secadoras, com 11 reclamações durante o ano. Telefones, tanto os fixos quanto os celulares, apresentaram número significativo de reclamações: 10 no ano. As televisões, vídeo cassetes, filmadoras e vídeo lasers ficaram em 4o lugar no ranking, com 9 reclamações. Veja abaixo lista fornecida pelo Procon-SP com os produtos que receberam consultas e reclamações por falta de peças para reposição entre janeiro e dezembro de 2000.   Produto Número de reclamações Número de consultas 1º Aparelho de som 14 86 2º máquina de lavar roupa/louça e secadora 11 38 3º Telefone (convencional/celular/interfone) 10 56 4º TV/vídeo cassete/filmadora/vído laser 9 53 5º Microcomputador/produtos informática 5 25 6º Geladeira e freezer 5 21 7º fogão e microondas 4 18 8º Eletroportáteis 3 10 9º Carro usado 3 7 10º Carro nacional zero 2 13 11º Carro importado 2 6 12º Outros produtos importados 1 8 13º Eletroeletrônicos importados 0 3 14º Eletrodomésticos importados 0 0

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.