Famílias brasileiras gastam cada vez mais com o dia a dia

As famílias brasileiras estão gastando cada vez mais com as chamadas "despesas correntes", que são as contas do dia-a-dia. De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) - 2002-2003, divulgada hoje pelo IBGE, as despesas correntes representam 93,26% da despesa média mensal familiar, ante os 79,86% registrados no Estudo Nacional de Despesa Familiar (Endef) de 1974-1975. Com isso, sobra cada vez menos para os investimentos (em imóveis, por exemplo). Os valores destinados a investimentos ficaram, nesta última pesquisa, em 4,76% dos rendimentos das famílias. Eles já foram mais do triplo disso ? 16,50% em 1974/75. As despesas correntes podem ser de dois tipos. O primeiro são as despesas de consumo, que são as contas relacionadas à alimentação, transporte, saúde, habitação, vestuário, higiene e cuidados pessoais, assistência à saúde, educação, recreação e cultura, fumo, serviços pessoais e despesas diversas. O segundo tipo são as "outras despesas correntes", que são impostos, contribuições trabalhistas, serviços bancários, pensões, mesadas, doações, entre outros.O IBGE esclarece que esta elevação das despesas correntes nos gastos das famílias não é novidade e reflete uma tendência que já vinha sendo percebida nos resultados obtidos das POFs anteriores, referente aos anos de 1987-1988 e 1995-1996. No caso das despesas de consumo, elas passaram de 74,59% da despesa média mensal familiar, na pesquisa de 1974-1975, para 82,41% na POF divulgada hoje. Já o segmento "Outras despesas correntes" passou de 5,27% na Endef de 1974-1975 para 10,85% na POF divulgada hoje. O aumento da participação das despesas "do dia-a-dia" nos gastos das famílias é mais forte nas famílias urbanas. Neste setor, as despesas correntes ficaram com 93,2% da despesa média mensal das famílias urbanas, ante os 80,86% observados na pesquisa de 1974-1975. Este aumento de participação também foi registrado nas famílias rurais, mas em menor intensidade. As despesas correntes passaram de 87,53% para 94,12% de participação nas despesas médias mensais da família rural, da pesquisa de 1974-1975 para a POF 2002-2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.