Farelo de soja sobe com safras menores

Numa quarta-feira de desvalorização para a maioria das commodities, o farelo de soja se destacou, subindo 1,67% na Bolsa de Chicago (CBOT). Os principais motivos da alta foram a previsão de menor oferta da América do Sul (a projeção da safra argentina de soja 2008/09 foi reduzida mais uma vez), o encolhimento dos estoques da safra velha nos Estados Unidos e a forte demanda da China. Por esses mesmos motivos, a soja em grão avançou 0,94% em Chicago, atingindo a maior cotação em sete meses e meio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.