Farm Bill pode atrapalhar formação da Alca, diz embaixador

A nova lei agrícola norte-americana, conhecida como Farm "Bill", em debate no Congresso dos Estados Unidos, poderá atrapalhar as negociações para a formação da Área de Livre Comércio das Américas (Alca), além de dificultar a rodada da Organização Mundial do Comércio (OMC). "Isto pode ter consequências nas negociações multilaterais e hemisféricas", disse o embaixador do Brasil nos Estados Unidos, Rubens Barbosa, ao comentar os efeitos da nova regra. O representante brasileiro afirmou que as discussões para o aumento dos subsídios aos agricultores norte-americanos e a própria decisão dos Estados Unidos, em meados de março, de sobretaxar as importações de aço vão contra os princípios da liberdade de comércio, que é a base das negociações multilaterais de Genebra e para a criação da Alca, no continente americano. O projeto americano para a agricultura contempla a concessão de subsídios aos produtores, nos próximos seis anos, com uma injeção de recursos da ordem de US$ 180 bilhões. O País, que já decidiu questionar os Estados Unidos na OMC contra os subsídios concedidos aos produtores de soja, não está incluindo neste processo a questão dos novos subsídios incluídos na chamada "Farm Bill".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.