Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Farmácia tem produto com marca própria

Seguindo a estratégia dos grandes supermercados, as farmácias também lançam produtos com marca própria. As lojas vendem diversos itens, exceto medicamentos. São produtos de higiene pessoal, cosméticos e alguns de primeiros socorros. Há protetor solar, fraldas, adoçante, xampus, acetona, água oxigenada e produtos da linha infantil.Na maioria das vezes, produtos com a marca da própria loja costumam ser mais baratos do que as marcas líderes, porém o consumidor deve realizar uma pesquisa de preços e verificar se o custo é realmente menor, aconselha a Fundação Procon-SP - órgão de defesa do consumidor ligado ao governo estadual. O responsável pelos produtos com marca própria, em caso de eventuais problemas, é a própria loja - ou rede de lojas - cujo nome estampa a embalagem do item, informa o assistente de direção do Procon-SP, Mário Sérgio Mendes. "É lá que o consumidor deve reclamar diretamente, uma vez que o comerciante tornou-se fabricante."Ele afirma que, dependendo do produto, é necessário ter o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). "O protetor solar é um desses itens. O comerciante que atua como produtor deve seguir as mesmas normas para colocar no mercado o que produz." Mário Sérgio recomenda ler o rótulo, em que constam todas as informações do produto, como nome, composição, validade, nome do fabricante e responsável técnico.Ao fazer a troca do produto de uma marca a que está acostumado a usar por outro mais barato, o consumidor deve levar um exemplar e testar primeiro. Assim, saberá se a economia vale a pena, aconselha o assistente de direção do Procon-SP. "É preciso avaliar custo-benefício, pois muitas vezes não há diferença significativa de qualidade e, pelo preço, pode compensar e atender às expectativas."Linha infantil e tratamento para cabeloA rede de farmácias Farmais adotou as marcas próprias há cerca de cinco anos e, desde então, vem ampliando o número de produtos que comercializa. Paulo Shima, diretor da rede Farmais, garante que os preços são menores do que as marcas líderes na linha infantil "Farmais Baby" (cotonetes, creme para assaduras e lenços umedecidos) e na linha de tratamento para cabelo "Naturage".Ele afirma ainda que a rede Farmais segue todos os requisitos exigidos pela legislação e faz os registros de todos os produtos que devem ser regulamentados pela Anvisa. Segundo Paulo Shima, o objetivo de ter marcas próprias na rede Farmais é para o consumidor "ter contato com a marca da rede e associá-la a produtos de qualidade."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.