carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Fatia da empresa caiu

A Nokia tinha quase metade do mercado mundial de smartphones até 2007, quando foi lançado o primeiro iPhone, de acordo com a consultoria IDC. O segundo lugar era da RIM, fabricante do BlackBerry, e o terceiro era da Motorola.

O Estado de S.Paulo

21 de março de 2012 | 03h06

A partir daí, a empresa começou a perder mercado, chegando ao fim do ano passado com uma fatia de 15,65%, em terceiro lugar, atrás da Samsung e da Apple.

No Brasil, a Nokia manteve a liderança em celulares inteligentes até 2010. Com o crescimento do sistema operacional Android, do Google, foi ultrapassada no ano passado pela Samsung, terminando 2011 em segundo lugar. A Nokia aposta no Windows Phone para recuperar o espaço perdido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.