Fator Doria recomenda manter Copesul

A Fator Doria Atherino recomenda manter em carteira as ações ordinárias da Copesul. O preço-alvo estimado pela corretora, de acordo com o relatório divulgado semana passada, é de R$ 107,71 por lote de mil ações, representando um potencial de alta de 15,1% em relação ao fechamento de sexta-feira. Essa valorização deve ser atingida em um ano, de acordo com o estudo. Segundo os analistas Fernando Oliveira e Marcos Brandão, os resultados apresentados pela companhia no segundo trimestre do ano foram abaixo do esperado.Mesmo com lucro líquido 109,2% superior em relação ao de 99, Oliveira e Brandão esperavam que fosse 22,5% maior do que os R$ 47,1 milhões atingidos. A margem bruta foi de 21,8%, quando a expectativa era de 26,3%. Também foi mais baixa do que a da Copene, de 24%. Em relação ao mesmo período de 99, a queda foi de 6,5 pontos porcentuais. Os analistas destacam o fato de a despesa financeira da empresa, de R$ 41,5 milhões, ter sido superior à do ano passado, de R$ 4,7 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.