Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fator economia derrubou confiança do consumidor, diz FGV

A avaliação dos consumidores sobre a situação atual da economia registrou intensa piora em abril. O indicador que mensura a confiança neste quesito caiu 7,0% no mês ante março, ao passar de 76,1 para 70,8 pontos. É o menor nível desde julho de 2013, no período logo após as manifestações, quando a pontuação baixou a 68,5, notou a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

IDIANA TOMAZELLI, Agencia Estado

25 de abril de 2014 | 08h33

O quesito ainda foi a principal influência para a queda de 0,8% na confiança dos consumidores em abril. Ainda segundo a FGV, a proporção de consumidores que avaliam a situação como boa diminuiu de 15,6% para 14,0%, enquanto a dos que a julgam ruim aumentou de 39,5% para 43,2%.

O cenário econômico para os próximos meses também continua "nebuloso", observou a FGV. O indicador que mede o grau de otimismo dos consumidores em relação à situação econômica futura caiu para 94,8 pontos, o menor nível desde fevereiro de 2009 (90,3 pontos). De acordo com a sondagem, a parcela de consumidores que projetam melhora caiu de 25,0% para 24,4%. Na direção contrária, a dos que preveem piora subiu de 26,6% para 29,6%.

Tudo o que sabemos sobre:
confiançacosuidorFGVabril

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.