Faturamento da indústria sobe em janeiro pelo 6o mês, mostra CNI

O faturamento da indústria brasileiracresceu 0,8 por cento em janeiro frente a dezembro, no sextomês seguido de expansão, informou a Confederação Nacional daIndústria (CNI) nesta terça-feira. Os dados, com ajuste sazonal, contrariam a tendência dequeda em início de ano por conta da redução do consumo e dasférias de trabalhadores. Frente a janeiro do ano passado, o faturamento cresceu 10,5por cento --maior taxa desde agosto de 2004. "Em janeiro, seis setores aumentaram o faturamento,relativamente a dezembro, contrariando o padrão sazonal queprojeta queda do faturamento no mês", destacou a CNI. "A maior contribuição para a expansão do faturamento foi deveículos automotores". O emprego no setor aumentou também 0,8 por cento em janeirofrente a dezembro, no maior ritmo desde o início de 2005. Odado, de acordo com a CNI, sinaliza a confiança do empresáriona evolução da produção e não registra variação negativa há 26meses. O uso da capacidade instalada ficou em 83,1 por cento emjaneiro (o mesmo de dezembro), não acompanhando a elevação nonúmero de horas trabalhadas e do emprego. "Ou seja, a intensificação do ritmo de atividade econômica,percebida principalmente a partir do quarto trimestre de 2007,não levou a aumentos adicionais do uso da capacidadeinstalada", informou a CNI. "É um sinal de que a capacidade de produção do parquefabril vem se ampliando, indicando a maturação dosinvestimentos." Os indicadores industriais da CNI são levantadosmensalmente em 12 Estados junto a grandes e médias empresas. (Texto de Daniela Machado)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.