finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Faturamento de máquinas e equipamentos sobe 10% no semestre

A indústria de máquinas eequipamentos faturou mais no primeiro semestre deste ano,recuperando-se de resultados negativos em 2006 e indicando maisinvestimentos na economia do país. A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas eEquipamentos (Abimaq) informou nesta quinta-feira que ofaturamento nominal do setor subiu 10 por cento sobre oprimeiro semestre ano passado, o equivalente a 28,9 bilhões dereais. "O desempenho, que é seguido por crescimento contínuo desdeo início do ano, demonstra recuperação do setor, que acumulouresultados negativos ao longo de 2006", disse a entidade. Para o Instituto de Estudos para o DesenvolvimentoIndustrial (Iedi), o desempenho que o setor vem apresentando éum sinal positivo para a economia geral. "O segmento de Máquinas e equipamentos... que desempenha umpapel fundamental na ampliação da capacidade produtiva daeconomia, encontra-se numa forte trajetória de aceleração. Oresultado sugere a continuidade do crescimento do setor de bensde capital e, portanto, crescimento do investimento naeconomia", afirmou o Iedi em nota. A Abimaq acrescentou que o faturamento do setor descontandoas exportações e somando as importações --ou seja, o que éabsorvido pelo mercado brasileiro-- cresceu 13,7 por cento, a33 bilhões de reais. "Trata-se de um claro sinal de aumento dos investimentosprodutivos", afirmou o presidente da Abimaq, Newton de Mello. As exportações do setor cresceram 21 por cento e asimportações avançaram 31 por cento, acrescentou a associação.As vendas externas totalizaram 4,7 bilhões de dólares noperíodo. (Por Vanessa Stelzer)

REUTERS

19 de julho de 2007 | 15h05

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSMACROBRABIMAQ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.