Faturamento do comércio no RJ deve crescer 10% neste Natal

O cenário do comércio na região metropolitana do Rio de Janeiro apresentou melhora em outubro ante setembro, segundo informou o Instituto Fecomércio-RJ, em sua pesquisa Opinião do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, divulgada hoje. Na avaliação da Fecomércio, a análise mostra que a recuperação do comércio do Rio "vem se mostrando mais consistente e indica que os resultados deverão corresponder à expectativa de aumento médio de 10% no faturamento neste Natal, na comparação com o mesmo período do ano passado".De acordo com a organização, de 26 ramos pesquisados no comércio, nove apresentaram aumento no faturamento na comparação com outubro do ano passado. Em setembro, apenas cinco setores tinham verificado melhora no desempenho do faturamento, de acordo com o instituto. "A melhora no resultado também teve reflexo nas expectativas: todos os segmentos analisados esperam que a receita vai crescer ainda mais em novembro: 13,87% em média", informou a organização, em comunicado.Os nove segmentos que apresentaram resultado positivo em outubro foram: Hotelaria (alta de 8,79% no faturamento), Diversão (elevação de 7,35% nos ganhos), Eletrodomésticos (elevação de 6,86%), Farmácias (alta de 3,77%), Magazines (aumento de 2,68%), Açougues (elevação de 2,55%), Lavanderias (alta de 1,15%), Papelarias (elevação de 0,57%) e Supermercados ( alta de 0,42%).PreçosA expectativa do comércio em geral é de que os preços dos fornecedores continuem subindo em novembro, em torno de 1,30%. "A alta mais expressiva é esperada pelos Postos de Combustível (3,60%). Essa expectativa está relacionada à alta cotação do petróleo no exterior e ao aumento das cotações do álcool combustível devido à quebra da safra do Paraná", esclareceu o instituto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.