Faturamento do setor de bens de capital cresce 8,83%

O faturamento do setor de bens decapital de janeiro a setembro alcançou R$ 24,5 bilhões, comcrescimento de 8,83% ante igual intervalo de 2001, quandoregistrou R$ 22,51 bilhões, informou hoje a AssociaçãoBrasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Mas há uma desaceleração: o crescimento sobre 2001 erade 17,8% em abril, passou para 15,1% em maio e caiu para 14,2%em junho, 12,9% em julho e 9,3% em agosto, até chegar aos 8,83%em setembro. Os pedidos em carteira tiveram uma queda de 22,6% noacumulado deste ano, ante igual período de 2001. Hoje, asempresas precisam de 17 semanas para atender a todos os pedidos,ante as 22 semanas do ano passado. Segundo Luiz Carlos Delben Leite, presidente da Abimaq,a retração das encomendas ocorreu em razão das turbulências naeconomia. Ele espera que, depois que o próximo governoestabelecer as diretrizes econômicas, os investimentos deverãovoltar. A redução dos pedidos em carteira reflete no emprego. Emsetembro, esse indicador caiu 0,12% em relação a agosto e 1,09%ante setembro do ano passado. Hoje o setor tem 173.604funcionários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.