Faturamento do setor de máquinas cresce 21,1%

O faturamento setor de máquinas e equipamentos cresceu 21,1% no primeiro semestre de 2004, totalizando R$ 20,238 bilhões, ante R$ 16,709 bilhões no mesmo período do ano passado. De acordo com levantamento divulgado pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), o destaque desse desempenho foi a expansão de 15,2% no dado de consumo aparente, resultado da produção, mais as importações, menos as exportações. "O crescimento reflete um aquecimento d o mercado interno", ressaltou o presidente da Abimaq, Newton de Mello. Ainda de acordo com os indicadores da Abimaq, as importações aumentaram 12,6%, e os pedidos em carteira também apresentam melhora de 1,4%. "Essas variáveis confirmam aumento de demanda no mercado interno, que já vem dando sinais de aquecimento, sinalizando uma tendência e não apenas uma bolha de crescimento", sustentou Mello. O nível de utilização da capacidade instalada pelos fabricantes teve um aumento de 4,7%, passando de 76,47% para 80,10%, mas o presidente da Abimaq afirmou que ela deverá ser ampliada, pois o setor contabiliza intenções de investimentos da ordem de R$ 6 bilhões para este ano, cerca de 42% a mais que o o montante investido em 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.