Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Faturamento do setor de máquinas é o melhor desde 1995

O faturamento da indústria de máquinas e equipamentos cresceu 30% no ano passado para R$ 45,613 bilhões, segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq). Foi o melhor resultado do setor desde 1995, que teve o faturamento de R$ 46,18 bilhões.As exportações em 2004 bateram recorde histórico, totalizando US$ 6,841 bilhões, e praticamente equilibraram a balança comercial, tradicionalmente deficitária do setor: as importações atingiram US$ 6,836 bilhões, alta de 18% sobre 2003. De acordo com os indicadores da entidade, 43,8% do faturamento resultou do mercado externo e 56,2% das vendas internas.A indústria de máquinas e equipamentos fechou 2004 com o nível de utilização da capacidade instalada em 81,88%, contra 77,15% no final de 2003. De acordo com o presidente da entidade, Newton de Mello, o desempenho do setor mostra um momento positivo para o desenvolvimento econômico do País, pois indica investimentos em aumento de capacidade e competitividade em diversos setores da indústria brasileira.PerspectivasPesquisa realizada pela Abimaq revela que o setor pretende investir R$ 8,2 bilhões neste ano, um volume 35% superior aos R$ 6,101 bilhões aplicados em 2004. A disposição dos empresários, segundo o presidente da entidade, contribuirá para ampliar a capacidade de produção do setor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.