Faturamento do setor farmacêutico cresce 27%

As vendas do setor farmacêutico já estão sendo impulsionadas pela recuperação do rendimento da população. As vendas este ano deverão superar entre 7% e 10% as do ano passado e alcançar 1,6 bilhão de unidades. Nos primeiros sete meses deste ano, o faturamento já chegou a US$ 3,7 bilhões, 27% maior acima do período em 2003. "Com a renda um pouco melhor o consumidor consome mais saúde", diz o presidente da Federação Brasileira da Indústria Farmacêutica (Febrafarma), Ciro Mortella. No início do ano, a perspectiva do crescimento para o setor era de 5%.Apesar do crescimento esperado para este ano, o aumento de vendas permitirá apenas recuperar vendas perdidas no ano passado. Entre 2002 e 2003, as vendas encolheram de 1,615 bilhão de unidades para 1,498 bilhão, uma queda de 7,42%. Entre 1997 e 1998, quando os rendimentos estavam mais altos as vendas giravam em torno de 1,8 bilhão.Além da retomada das vendas, Mortella acredita que investimentos deverão começar a sair do papel. "Agora há possibilidade razoável de incremento de investimentos. Não necessariamente na capacidade, mas em pesquisa", disse. Segundo ele, "a política industrial vai estimular os investimentos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.