carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Fazenda: crescimento deve ficar entre 4,5% e 5% em 2010

O secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, afirmou que o crescimento econômico do Brasil em 2010 vai ficar entre 4,5% e 5%. A projeção oficial do governo para a atividade no ano que vem é de 4,5%, ou seja, o secretário já se alinha ao time dos otimistas e começa a enxergar um ritmo de expansão mais forte da economia. Mas segundo ele o cenário inflacionário não deve ser alvo de grandes preocupações, pois a inflação vai seguir consistente com a meta definida pelo governo, que é de 4,5%.

FABIO GRANER, Agencia Estado

01 de outubro de 2009 | 17h58

Em relação ao cenário de muitos analistas de que a inflação vai se acelerar fortemente no fim de 2010, Barbosa ponderou: "Não acho que a inflação vai subir no fim do ano que vem. Deve haver um fechamento do hiato do produto, mas a taxa de câmbio vai puxar a inflação para baixo".

Ele ainda ressaltou que a economia mal saiu da crise e, por isso, não vê perigo para a trajetória da inflação. "Considerações muito enfáticas sobre o que vai acontecer daqui a mais de um ano e meio, em uma economia mundial que se recupera da pior crise em 80 anos, não condiz com a incerteza e a volatilidade que a economia experimentou nos últimos 12 meses", afirmou o secretário. Ele afirmou que o mercado também erra projeções e lembrou que no ano passado ninguém no mercado previa juros abaixo de 10% e hoje a Selic está em 8,75% ao ano.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBpolítica econômicaFazenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.