Fazenda estuda venda de ações do BB a pequeno poupador

O presidente da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), Raymundo Magliano Filho, e o presidente da Comissão Mista de Orçamento do Congresso, deputado Paulo Bernardo (PT-PR), conseguiram nesta terça-feira o compromisso do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, de estudar a proposta de incentivar a venda das ações do Banco do Brasil para pequenos poupadores. Durante o encontro no ministério, eles discutiram medidas para tentar estimular o mercado de ações no País. ?Dentro de um mês, um mês e meio nós vamos ter surpresas?, disse Magliano.Atualmente, o Tesouro Nacional detém 77% das ações do BB. A proposta defendida por Magliano e Bernardo é vender parte dessas ações para pessoas que queiram utilizar os recursos do FGTS. Para que o governo não perca o controle acionário da instituição, o Tesouro precisaria ter apenas 50% mais um das ações. Durante o encontro, Magliano e Bernardo defenderam a idéia de reativar, dentro do BNDES, uma linha de financiamento para a emissão de novas ações. ?O BNDES poderia financiar os compradores de ações de empresas que se comprometessem a aderir às regras de governança corporativa?, disse o deputado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.