Fazenda: País poderá dobrar renda per capita em 20 anos

Se o Brasil conseguir manter uma expansão de 4% a 5% nos próximos 20 anos, taxa projetada para o próximo ano e que já está sendo vista no segundo semestre de 2012, segundo o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, a renda per capita do brasileiro será dobrada no período. Ele fez a previsão durante o evento do quinto balanço da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

CÉLIA FROUFE, ANNE WARTH E EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

19 de novembro de 2012 | 15h49

"Vamos consolidar essa classe média que está se formando e gerar mais oportunidades de investimento e de aumento de renda", projetou. Para ele, para manter esse ritmo de crescimento, é preciso aumento de investimento e também de capital humano. "Ainda existem ganhos de produtividade a serem aproveitados no Brasil", disse.

Para o secretário, a taxa de participação na População Economicamente Ativa (PEA) ainda é baixa, de cerca de 57% da população. "Tem muita gente ainda para entrar na força de trabalho", considerou.

Tudo o que sabemos sobre:
PAC 2balançoBarbosarenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.