Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Fazenda prevê queda de 3,1% do PIB em 2016 e dólar a R$ 4,36

Em projeto de lei que reduz a meta fiscal deste ano, a pasta faz estimativas para os próximos anos de acordo com projeções do mercado

Lorenna Rodrigues e Eduardo Rodrigues, O Estado de S. Paulo

28 de março de 2016 | 18h53

BRASÍLIA - O governo prevê uma queda no PIB de 3,1% neste ano, seguido de um crescimento de 1% no ano que vem e de alta de 2,9% em 2018. As projeções constam do projeto de lei enviado pelo governo federal ao Congresso Nacional que reduz a meta fiscal deste ano. No relatório de Receitas e Despesas divulgado pelo Ministério do Planejamento na semana passada, a expectativa era de uma queda do PIB de 3,05%.

De acordo com o texto, o cenário econômico considerado foi feito com base nas projeções de mercado. No Boletim Focus divulgado hoje pelo Banco Central, o mercado espera uma queda de 3,66% neste ano, crescimento de 0,35% em 2017 e 1,5% em 2018.

O texto do projeto de lei manteve a previsão do relatório de alta de 7,44% para o IPCA em 2016. Para 2017, a estimativa para o indicador é de 6% e, em 2018, 5,44%.

A projeção para a Selic no fim de 2016 é de 14,25%, de 12,75% no fim de 2017 e de 11,5% no fim de 2018. A cotação do dólar esperada para o fim de 2016 foi de R$ 4,36, para 2017 R$ 4,40 e, para 2018, R$ 4,33.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.