Fazenda recomenda aquisição da VarigLog pela Volo

A Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda recomendou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a aprovação, sem restrições, da aquisição da Varig Logística (VarigLog) pela Volo do Brasil. A Volo do Brasil é uma empresa constituída no Brasil pelo fundo americano Matlin Patterson para participar da compra da Varig Log. O fundo americano comprou as ações da subsidiária do Grupo Varig da Aero LB Participações S.A., sociedade de propósito específico criada pela empresa aérea portuguesa TAP para adquirir participação na Varig.Em seu parecer, a Seae ressalta que "não há riscos à concorrência" com a operação porque as duas empresas - Volo e Aero LB - não faziam qualquer oferta de serviços ou produtos no País antes de novembro do ano passado, quando foram criadas para participar da venda das subsidiárias da Varig.A operação é analisada por técnicos da Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça, que também fará uma recomendação ao Cade sobre os aspectos concorrenciais do negócio. O julgamento final caberá ao Cade, mas ainda não foi marcada data para ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.