finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Fazendeiro coreano tenta suicídio em protesto na OMC

Milhares de fazendeiros, temendo o impacto de uma liberalização maior do comércio agrícola mundial sobre seus negócios, enfrentaram a polícia de choque mexicana por horas ao longo da cerca que separa a cidade mexicana de Cancún da península que abriga os hotéis de luxo e o local da reunião da Organização Mundial de Comércio (OMC). Um dos manifestantes, um agricultor sul-coreano, subiu na cerca e esfaqueou a si mesmo no peito. O estado de Kung Hae Lee é ?extremamente grave?, disse um médico do hospital para o qual ele foi levado.Segundo outro manifestante sul-coreano, Kung ?acredita que se as negociações seguirem pela OMC, o agricultor coreano estará morto?. Os manifestantes derrubaram ao cerca, e a polícia reagiu com cassetetes e gás, em meio a uma chuva de pedaços de concreto, garrafas e bandeiras queimadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.