Febraban diz negociar com sindicato dos bancários

O presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Murilo Portugal, disse que a Federação ainda está negociando com as reivindicações trabalhistas com o Sindicato o dos bancários. "Nunca saímos da mesa de negociações. Vamos continuar o processo de negociações, que nós achamos que é a maneira de resolver esse tipo de problema", afirmou. Os bancários pedem aumento de 11,93% e os bancos ofereceram 6,1%.

GUILHERME WALTENBERG, Agencia Estado

19 de setembro de 2013 | 15h01

Portugal lembrou que a população é a maior prejudicada pela greve, apesar de os clientes disporem de canais alternativos para efetuarem pagamentos, depósitos e saques, como os caixas eletrônicos

e a internet.

Tudo o que sabemos sobre:
grevebancários

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.