Febraban: grau de investimento é uma oportunidade

O fato de o Brasil ser considerado como grau de investimento pela agência Standard & Poor''s "mostra o grau de importância do Brasil no cenário internacional" e representa uma grande oportunidade para o País, afirmou o economista-chefe da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Nicola Tingas. "É uma oportunidade e deve ser aproveitada", disse. Em sua visão, a elevação concedida hoje pela S&P representa um estímulo à realização de reformas, como a tributária, no sentido de que o grau de investimento é uma certificação da qualidade do País e, como tal, gera uma maior estabilidade e firmeza nos fluxos de capital para o País.Tingas destacou que alguns fundos, como os de pensão americanos, não podem investir em países que não tenham o grau de investimento grade e, portanto, a elevação da nota do Brasil "amplia a capacidade de atrair recursos deste fundos". "Além disso, é um reforço importante na representatividade do País na comunidade financeira internacional", declarou.Para Tingas, o grau de investimento "veio antes do esperado" e surpreendeu os mercados e o próprio governo. De acordo com pesquisa divulgada ontem pela Febraban, apenas 20% dos 35 bancos consultados afirmaram acreditar que a elevação viria neste ano. Para 77%, o grau de investimento ficaria apenas para 2009.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.