carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Febraban não aposta em alta dos juros

O presidente da Febraban, Gabriel Jorge Ferreira, afirmou hoje não apostar na alta dos juros. Segundo ele, a aceleração da inflação nos últimos 30 dias foi um movimento conjuntural, resultado da variação do câmbio. Como há tendência do recuo do câmbio, a pressão inflacionária deve ceder. Ferreira disse que, diante da percepção do mercado de que a confiança não foi abalada, pois o governo eleito tem sido coerente com o que declarou durante a campanha, os investidores irão retornar e as linhas de crédito serão restabelecidas.Ferreira afirmou também que é "válido" o projeto de lei que compartilha a competência na análise de fusões e aquisições de bancos entre o Banco Central e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Ele disse, no entanto, que o BC já acompanha questões de concorrência e os órgãos de defesa do consumidor têm feito um trabalho "muito competente".

Agencia Estado,

18 de novembro de 2002 | 16h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.