finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Febraban reduz projeção de alta do crédito para 2013

As operações de crédito da carteira total do Sistema Financeiro Nacional (SFN) em 2013 deverão crescer 14,7%, segundo a Pesquisa Febraban de Projeções Macroeconômicas e Expectativas de Mercado, realizada de 18 a 22 de outubro com 28 bancos. No levantamento de setembro, a estimativa apontava alta de 15%. Com relação às operações de crédito em 2014, os bancos estimaram em outubro que elas cresçam 14,6%. Em setembro, a previsão era de alta de 14,9%.

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

24 de outubro de 2013 | 17h52

Para os operações de crédito com recursos direcionados, a pesquisa de outubro mostra que as expectativas dos bancos consultados pela Febraban apontam para um aumento de 18,9% em 2013, ante 18% na pesquisa de setembro. Os bancos também aumentaram na pesquisa de outubro a projeção de crescimento do crédito direcionado em 2014, para 18,2%, de 17,6% no levantamento de setembro. O crédito com recursos livres em 2013 deverá crescer 11,9%. No levantamento anterior, a projeção era de uma expansão um pouco maior, de 12,9%. Para o próximo ano, as previsões saíram de um crescimento de 13% em setembro para 12,1% em outubro.

O crédito para pessoas físicas na pesquisa da Febraban de setembro tinha uma previsão de crescimento de 11,8% em 2013, mas caiu para 11% na pesquisa de outubro. Para 2014, a projeção de crescimento passou de 12,3% para 11,5%. As operações de crédito para pessoas físicas, incluindo consignado, devem crescer 13,6% em 2013, conforme mostra a pesquisa da Febraban feita em outubro. Em setembro, a estimativa era de um aumento de 14,6%. Para 2014, na mesma base de comparação, as projeções saíram de um crescimento de 14,7% para 14%.

As concessões de crédito para pessoas físicas para aquisição de veículos, incluindo leasing, segundo a pesquisa de outubro, deverão crescer 9,6% em 2013. Em setembro, os bancos previam avanço de 10,6%. Para 2014, a previsão de 11,7% na pesquisa de setembro deu lugar a uma estimativa de 11% na deste mês. Já com relação às projeções de crédito para pessoas jurídicas com recursos livres, a pesquisa de setembro mostrava um crescimento de 14,4% para 2013 e 2014 e, no levantamento de outubro, houve um recuo no crescimento para 13,4% nos dois anos.

A taxa de inadimplência acima de 90 dias ficou em 5% para 2013 e 2014 nos dois anos em ambos os levantamentos.

Tudo o que sabemos sobre:
Febrabanprojeçõesoutubro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.