coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Febraban: tarifa regulada pode afetar oferta de crédito

O presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Fábio Barbosa, disse hoje que a regulamentação das tarifas bancárias pode comprometer o aumento da oferta de crédito. Ele disse que o governo tem consciência desse risco. "Existe uma conscientização de que é preciso se entender a complexidade do assunto de maneira que aquilo que vier a ser definido preserve esses ganhos que a gente tem tido na sociedade, de aumento da carteira de crédito e da bancarização", afirmou Barbosa, após reunião com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.Na avaliação do presidente da Febraban, o aumento do crédito tem sido um fator importante para o crescimento da economia brasileira. Ele disse que não há abuso na cobrança de tarifas bancárias. "As tarifas correspondem a determinados serviços e eles têm sido colocados com muita transparência, permitindo a comparação. A expansão da rede de ATM (caixa eletrônico) e os investimentos viabilizam que 100 milhões de pessoas possam ter acesso a serviços bancários", ponderou.O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles disse que a proposta de regulamentação da cobrança das tarifas bancárias está sendo feita com "caráter técnico". Segundo ele, se houve casos de abusos na cobrança das tarifas, serão analisados pelo BC. De acordo com Meirelles, o governo está olhando a regulamentação com muita seriedade e tomará as medidas adequadas para assegurar que cada vez mais o mercado seja mais competitivo e que as tarifas tenham preços que sejam corretos e justos para o consumidor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.