Fechamento: mercados tranqüilos

Hoje foi um dia tranqüilo nos mercados financeiros brasileiros, com poucas oscilações. A apreensão geral em relação aos índices de inflação divulgados essa semana, acima das expectativas dos investidores, foi-se dissipando. Após o pregão, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou o valor do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) de agosto, que ficou em 2,39% ligeiramente abaixo das previsões de até 2,5%. Essa informação deve acalmar um pouco os investidores amanhã.As notícias animadoras foram a cassação da liminar, pelo Supremo Tribunal Federal, que suspendia a privatização do Banespa e o anúncio de ontem da emissão de ADRs para as ações preferenciais - PN, sem direito a voto - da Petrobras. ADRs são recibos de ações de empresas brasileiras para negociação em Nova York. Ao emitir os recibos, as ações da empresa são negociadas no exterior através desses recibos.Com isso, a Bovespa - Bolsa de Valores de São Paulo - fechou em alta de 0,35%. Petrobras PN fechou em alta de 3,96% e Banespa ON - ações ordinárias, com direito a voto -, fecharam em alta de 8,83%. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagavam juros de 16,990% ao ano, frente a 17,020% ao ano ontem. E o dólar fechou em R$ 1,8240, com queda de 0,22%.Nos Estados Unidos, a falta de notícias fez com que as bolsas fossem influenciadas pelo desempenho de papéis isolados. O Dow Jones - Índice que mede as ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em queda de 1,00%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - fechou em alta de 0,53%. De qualquer modo, a Arábia Saudita anunciou intenção de negociar uma redução nos preços do petróleo através de aumento da produção com os demais países membros da Opep - Organização dos Países Produtores de Petróleo.Amanhã recomeça, no Supremo Tribunal Federal, o julgamento de correção dos expurgos inflacionários das contas do FGTS, ocorrido na implantação dos planos Bresser, Verão, Collor I e II. Sete ministros já haviam votado quando o julgamento foi interrompido, dia 10 de agosto, dando vitória parcial aos trabalhadores. Leia mais a respeito a seguir no site Finanças Pessoais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.