DIDA SAMPAIO/ESTADÃO
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Fechamos outubro com arrecadação em cerca de R$ 135 bi, diz secretário especial da Receita

Em audiência na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, Tostes disse que o crescimento acumulado até outubro é de 1,9%

Lorena Rodrigues, O Estado de S.Paulo

20 de novembro de 2019 | 10h50

O secretário especial da Receita Federal, José Tostes Neto, antecipou que o resultado da arrecadação federal em outubro fechou em cerca de R$ 135 bilhões, equivalente, segundo ele, ao resultado do mesmo mês em 2018. Os dados completos da arrecadação deverão ser divulgados pela Receita na próxima semana.

Em audiência na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, Tostes disse que o crescimento acumulado até outubro é de 1,9%. "A redução do déficit primário em 2019 é resultado do excesso de arrecadação. Tivemos arrecadação extraordinária com cessão onerosa e com o ganho de capital por alienação de bens, que resultou em maior Imposto de Renda", afirmou. Tostes corrigiu uma informação que havia dado mais cedo e disse que a arrecadação de janeiro a outubro soma R$ 1,140 trilhão (ele havia dito R$ 1,120 trilhão).

Para o ano, ele projetou encerrar o ano com R$ 1,4 tri de arrecadação de tributos federal, uma alta real de 2%. "Consideramos o resultado da arrecadação neste ano extraordinário, sobretudo com a crise. O primeiro desafio é manter níveis de arrecadação neste momento de reequilíbrio fiscal", completou.

Um dos responsáveis pela proposta de reforma tributária do governo, Tostes disse que o papel da administração tributária fica comprometido se o sistema tributário não permite gestão racional. Ele disse que o governo quer priorizar a simplificação tributária, inclusive reduzindo obrigações que os contribuintes têm que apresentar à Receita Federal.

Tudo o que sabemos sobre:
Receita Federalimposto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.