finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Fecomercio: cresce confiança de comerciante paulista

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) na capital paulista subiu 5,7% em agosto, para 104,2 pontos, informou a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Em julho, o indicador registrou 110,1 pontos. O aumento foi o primeiro após quatro quedas consecutivas mensais, na escala que varia de 0 (pessimismo total) a 200 (otimismo total).

AE, Agencia Estado

17 de setembro de 2013 | 11h49

Para a FecomercioSP, os resultados positivos nos três subíndices que compõem o Icec apontam recuperação na tendência de novos investimentos e avanço do otimismo do comerciante quanto ao futuro.

O subíndice Condições Atuais do Empresário do Comércio (Icaec) vinha registrando o menor nível na pesquisa, mas cresceu 6,6% em agosto ante julho ao sair de 73,6 pontos para 78,4 pontos. O quesito de maior influência para a alta foi o de Condições Atuais do Comércio, com melhora de 12,9%, saindo de 70,1 pontos (em julho) para 79,1 pontos.

Investimento do Empresário do Comércio (IIEC) também apontou alta (5,5%) ao sair de 101,9 pontos para 107,5 pontos, influenciado pelo quesito Contratação de Funcionários, que teve alta de 10,5%.

O subíndice que mede a expectativa dos empresários do comércio (IEEC) registrou alta de 5,3% (de 137,1 pontos em julho para 144,4 pontos), puxado por expectativa do comércio (alta de 6,3%).

"A diminuição do ritmo da inflação enfraqueceu parte da apreensão de empresários e consumidores. Entretanto, a preocupação com o cenário macroeconômico ainda leva insegurança quanto à manutenção do ritmo das vendas", avalia a instituição.(

Tudo o que sabemos sobre:
confiançaFecomercioSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.