Fecomercio prevê alta de 2,7% nas vendas de produtos de Páscoa

Um levantamento feito pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) estima alta de 2,7% nas vendas de produtos para Páscoa em 2005 em relação a 2004. Preparados para este crescimento nas vendas, 46,9% dos empresários paulistanos confirmaram ter estoques maiores que os do ano passado e 56,5% optaram por fazer promoções, sorteios, ofertas, descontos ou vendas parceladas sem juros.A expectativa da maioria dos empresários (66,7%) é de que o cartão de crédito seja a forma de pagamento mais utilizada pelo consumidor, enquanto que 13% deles acreditam que dinheiro, cheque ou cartão de crédito devam superar as demais formas de pagamento.A pesquisa feita pela Fecomercio-SP com 800 consumidores indicou que 73% deles pretendem comprar presentes de Páscoa. Apesar da demanda ser considerada forte, é inferior à registrada no ano passado, quando uma sondagem feita nos mesmos moldes apontou que 81% dos consumidores tinham intenção de comprar produtos de Páscoa. A entidade avalia que a queda deve-se a uma maior cautela do consumidor na hora de gastar, tendo em vista o acúmulo de dívidas referentes ao primeiro trimestre do ano.Entre os consumidores que manifestaram intenção de compra, 23% pretendem gastar entre R$ 15 e R$ 20 por presente, um valor médio de R$ 19. Somente 7% estimam gastar mais de R$ 40 por presente neste ano, porcentual menor que o registrado no ano passado(12%). Nesta Páscoa, a maioria dos entrevistados (62%) espera gastar menos ou a mesma quantia do ano passado, e 76% pretendem presentear o mesmo número de pessoas ou menos este ano, comparado a 2004.Em relação aos ovos, 39% dos consumidores planejam comprar ovos com peso entre 250 gramas e 500 gramas, enquanto que 21% pensam em adquirir ovos mais de 500 gramas. Na hora da compra, a marca é o atributo mais importante para 54% dos entrevistados. Já o preço influencia a compra de 31% dos entrevistados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.