Fecomercio-SP: vendas do varejo sobem 6% em março

O comércio da região metropolitana de São Paulo registrou alta de 6,1% nas vendas do mês de março, na comparação ao mesmo período de 2007, segundo a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV), da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP). No primeiro trimestre de 2008, o faturamento do varejo já acumula alta de 7,3%. De acordo com a pesquisa, a maior elevação de vendas aconteceu nos setores de Vestuário, Tecidos e Calçados (18,1%). Os únicos setores que apresentaram queda foram Autopeças e Acessórios (-30,4%) e Lojas de Departamento (-8,5%).O setor de Materiais de Construção continuou a demonstrar bom desempenho. Registrou em março alta de 16,6% em relação ao mesmo mês do ano passado. Entre os fatores que contribuíram para este resultado, segundo a Fecomercio, estão a concessão de crédito para a habitação, a melhoria da renda dos trabalhadores e o aquecimento direto do mercado imobiliário.No segmento dos Supermercados, em março deste ano houve um incremento de 14,1%, em relação a março de 2007. O índice é o melhor desempenho nos últimos seis anos. As lojas de Móveis apresentaram aumento de 13,4%. O setor de Eletrodomésticos e Eletrônicos obteve alta de 7,8%. As vendas das concessionárias de veículos apresentaram crescimento de 3,2%. E o setor de Farmácias e Perfumarias quase não foi alterado, crescendo 1,1%. Todos os índices referem-se a março de 2008 em comparação ao mesmo período do ano anterior.Os dados de março confirmam a expectativa de vendas aquecidas em 2008. As causas desse aumento de vendas, segundo a Fecomercio, permanecem as mesmas: crédito em expansão e índices de emprego e de renda registrando recuperação na região metropolitana de São Paulo. De acordo com a instituição, a tendência é que esse cenário, na área do consumo, prevaleça até o final do primeiro semestre do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.