Fecomercio: vendas de Natal sobem 6,4% em São Paulo

As vendas no comércio na capital paulista aumentaram 6,4% no Natal na comparação com a mesma época do ano passado, mostra sondagem da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) divulgada hoje. A pesquisa sobre as vendas nos dias 24 e 25 de dezembro ouviu 190 comerciantes entre os dias 26 e 28. O aquecimento foi puxado pela venda de bens semiduráveis, como vestuário e calçados, que cresceu 7,4% na comparação com o Natal de 2008. O comércio de produtos duráveis, como eletrodomésticos e automóveis, teve incremento de 4,2%.

EQUIPE AE, Agencia Estado

29 de dezembro de 2009 | 11h54

O cartão de crédito foi a forma escolhida por 56% dos consumidores para pagar pelas compras natalinas. Outros 33% preferiram pagar à vista - com cartão de débito, cheque ou dinheiro. O cheque pré-datado foi usado por 7% dos clientes e o pagamento a prestações, por 4%.

Estratégia

A pesquisa da Fecomercio mostra que 42% dos comerciantes entrevistados lançaram mão de promoções para estimular as vendas de final de ano, sendo que 69% deram descontos, 12% fizeram ofertas especiais, 10% ofereceram parcelamento sem juros e 9% deram brindes ou fizeram sorteios. Apesar das promoções, 73% dos empresários não investiram em publicidade.

A maioria dos comerciantes informou ter mantido (40%) ou aumentado (37%) seu estoque de Natal em relação ao mesmo período do ano passado. Houve crescimento no número de funcionários das lojas - 41% dos comerciantes fizeram contratações, sendo que 32% abriram uma ou duas vagas, 36% abriram três ou quatro vagas e 33% abriram cinco ou mais. Dos que contrataram temporários, 85% disseram que costumam efetivá-los.

Tudo o que sabemos sobre:
varejovendasNatalSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.