Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

FecomercioSP: sobe confiança de paulistano em outubro

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) subiu 1,8% em outubro, passando de 136,7 pontos em setembro para 139,2 pontos neste mês, informou nesta segunda-feira, 28, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). A instituição avaliou que a evolução do indicador reflete a diminuição da instabilidade econômica observada nos últimos meses, devido, principalmente, à baixa dos preços ao consumidor. O índice varia numa escala de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total).

AE, Agencia Estado

28 de outubro de 2013 | 10h44

Na apuração segmentada por idade, sexo e renda, o ICC mostrou que os consumidores que ganham dez salários mínimos ou mais estão 5,8% mais confiantes, passando de 129 pontos em setembro para 136,4 pontos em outubro. As mulheres também foram responsáveis pela alta do índice, com aumento de 2,8% na confiança. No mês passado, o índice registrou 132,2 pontos - agora está em 135,9 pontos.

Os dois indicadores que compõem o índice de confiança apresentaram leve disparidade este mês. O Índice de Condições Econômicas Atuais (Icea) recuou 0,1%, mas permaneceu na casa dos 139,5 pontos apurados em setembro. Já o Índice de Expectativa ao Consumidor (IEC) teve alta de 3,1%, de 134,9 pontos para 139,1 pontos. A FecomercioSP atribui a retomada da confiança do paulistano à queda da inflação e à segurança do consumidor em relação à renda, que mantém seu poder de compra.

Tudo o que sabemos sobre:
confiançaSPFecomerciooutubro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.