Fed ainda olha longo prazo para alterar juro, diz Bernanke

Presidente do Federal Reserve avalia que recuperação econômica nos EUA ainda continua frágil

Regina Cardeal, da Agência Estado,

07 de dezembro de 2009 | 16h51

O Fed ainda acredita que levará algum tempo até que precise elevar as taxas de juro porque a recuperação econômica continua frágil, disse o presidente do banco central norte-americano, Ben Bernanke. "Ainda estamos olhando para um período prolongado", disse Bernanke, em resposta a uma pergunta sobre quando o Fed poderia elevar os juros.

 

Ele estava se referindo ao último comunicado divulgado pelo comitê de política monetária do Fed há um mês, no qual a autoridade monetária afirma que espera manter a taxa de juro no nível recorde de baixa, próximo de zero, por causa da baixa inflação e do desemprego alto.

 

Os números melhor do que o esperado sobre o mercado de trabalho em novembro, divulgados na última sexta-feira, 4, mostrando que a taxa de desemprego caiu inesperadamente para 10%, levou os mercados e elevarem as previsões de que o Fed estaria mais próximo de elevar os juros.

 

Mas Bernanke disse que, embora a economia dos EUA deva continuar melhorando no próximo ano, o mercado de trabalho fraco e o crédito apertado devem deixar a economia crescendo em ritmo moderado. As informações são da Dow Jones.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.