FED autoriza Bradesco a operar como financeira nos EUA

O Bradesco obteve do Banco Central norte-americano (Federal Reserve, FED), em 30 de janeiro, o status de "Financial Holding Company". Esse status de companhia financeira foi concedido após rigorosa análise de diversos aspectos determinados pela legislação bancária norte-americana, como o nível de capitalização e a qualidade da administração, e permitirá ao banco, diretamente ou por meio de subsidiárias, operar naquele mercado, exercendo atividades financeiras em condições de igualdade com as instituições locais. Destacam-se as seguintes operações: mercado de valores mobiliários (underwriting, private placement e market-making); aquisições, fusões, gerenciamento de portfólio e serviços financeiros; administração de carteiras de fundos mútuos; e vendas de seguros. Além de ter uma agência em Nova York, o Bradesco já opera nos Estados Unidos por meio da Bradesco Securities, Inc. (broker dealer), subsidiária integral, cujo foco é a intermediação de compra e venda de ações, com destaque em operações de ADRs, bonds, commercial papers e certificados de depósito. Com a autorização do FED, o banco irá fortalecer a atuação no segmento de investment banking.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.