Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fed considera excessivo temor com déficit dos EUA

O vice-presidente do Banco central dos Estados Unids (Fed), Roger Ferguson, disse que os temores sobre o déficit em conta corrente norte-americano foram excessivos, argumentando que a queda do dólar nos dois últimos anos não reflete perda de confiança dos investidores na economia norte-americana. O déficit atualmente é equivalente a 5% do PIB, considerado pelos economistas um nível extraordinário para uma economia tão grande quanto a dos EUA.Mas Ferguson disse que o tamanho do déficit não é problemático para os mercados financeiros mundiais, porque a dívida externa dos EUA, em termos porcentuais do PIB, continua abaixo do nível de vários outros países industrializados. "Por várias medidas, a necessidade de financiamento dos EUA no mercado de capitais global não é tão grande para ser considerada problemática", afirmou.Ferguson disse que, no momento, a preocupação do Fed é com os efeitos no curto prazo da elevada produtividade dos trabalhadores norte-americanos. Embora tenha havido aumento nas vagas criadas em março, o Fed busca mais sinais sobre a sustentabilidade do crescimento econômico. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

23 de abril de 2004 | 13h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.