Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fed corta projeção de crescimento por moradias e crédito

O Federal Reserve reduziu suaprojeção para o crescimento em 2008 para a faixa entre 1,3 e2,0 por cento devido ao aprofundamento da crise imobiliária eao aperto do crédito. Além disso, o banco central norte-americano afirmou nestaquarta-feira que os riscos de mais retrocesso está aumentando. "A possibilidade de os preços de moradias recuarem mais queo previsto... é vista como um risco significativo àsperspectivas para o crescimento econômico e o emprego", afirmouo Fed. A previsão anterior do Fed, anunciada em novembro, era decrescimento entre 1,8 e 2,5 por cento. O Fed observou que, apesar de alguma melhora nos mercadosabertos, as condições financeiras continuam estressadas, comopode ser visto pela volatilidade do mercado acionário, entreoutros sinais. O potencial para um ciclo vicioso no qual "a atividadeeconômica mais fraca poderia levar a uma piora nas condiçõesfinanceiras e a uma redução na disponibilidade de crédito, que,por sua vez, poderia deteriorar ainda mais o crescimentoeconômico, foi vista como uma possibilidade especialmentepreocupante", disse o Fed. (Por Mark Felsenthal)

REUTERS

20 de fevereiro de 2008 | 16h32

Tudo o que sabemos sobre:
FEDATAATUALIZA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.