Fed destaca apoio unânime para cortar juro em setembro

Todos os membros do comitê doFederal Reserve que define o juro dos Estados Unidosconcordaram que um corte de 0,50 ponto percentual eranecessário para proteger a economia dos problemas de crédito ede uma intensificação da crise imobiliária, mostrou a ata dareunião de 18 de setembro. "Para ajudar a evitar alguns dos efeitos adversos naeconomia que de outra forma poderiam aparecer, todos os membrosconcordaram que um corte de 0,50 ponto era a medida maisprudente", mostrou a ata, divulgada nesta terça-feira. Os membros do Fed consideraram que a redução do juro básicopoderia ajudar a contrabalançar os efeitos sobre a economia doaperto nas condições financeiras. Na reunião do mês passado, o Fed cortou o juro básico para4,75 por cento, surpreendendo boa parte do mercado que esperavauma redução mais modesta. A ata mostrou ainda que, à ocasião, o Fed viu a situaçãoeconômica repleta de incerteza. Os formuladores de políticamonetária acreditaram que os riscos estavam pendentes para umadesaceleração da atividade, mas também notaram que em outrosmomentos a economia enfrentou problemas financeiros com efeitosadversos apenas limitados. Ao mesmo tempo, o Fed avaliou que o crédito mais apertadopoderia restringir o crescimento à frente e mostrou preocupaçãode que qualquer problema adicional nos mercados pudesseintensificar os riscos. O Fed discutiu "opções adicionais de política" paraenfrentar as dificuldades do mercado aberto, mas não foramtomadas decisões. (Por Mark Felsenthal)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.