Fed e BCE sustentam dólar ante iene e euro

A decisão do Federal Reserve Bank (o banco central dos EUA) que, ontem, corroborou as expectativas e prorrogou seu programa de troca de títulos sustentou o dólar próximo aos níveis recentes, pois a medida já vinha sendo antecipada. Outro fator a ajudar o dólar frente ao euro foi o informe de que o Banco Central Europeu (BCE) discutirá a queda de sua taxa de juro na reunião de 5 de julho. Ainda assim, o euro chegou ao fim da tarde em alta ante o dólar, a US$ 1,2708, embora aquém da máxima de US$ 1,2744. Ante o iene, o dólar subiu 0,77%, a ¥ 79,55.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.