Fed eleva previsão de inflação dos EUA até 2010

Junto com a ata da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) realizada em abril, o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) divulgou hoje revisão de suas projeções econômicas para os próximos três anos. A previsão para a inflação, medida pelo índice de preços dos gastos com consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês), agora é de 3,1% a 3,4% em 2008 (de 2,1% a 2,4% nas projeções de janeiro), de 1,9% a 2,3% em 2009 (ante 1,7% a 2,0% em janeiro) e de 1,8% a 2,0% em 2010 (contra 1,7% a 2,0% em janeiro).A previsão para o núcleo do índice de preços do PCE, ou seja, excluindo-se os preços voláteis de energia e alimentos, é agora de 2,2% a 2,4% em 2008 (de 2,0% a 2,2% em janeiro), de 1,9% a 2,1% em 2009 (de 1,7% a 2,0% em janeiro) e de 1,7% a 1,9% em 2010 (projeção igual à de janeiro). Para o Fed, o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA deverá crescer de 0,3% a 1,2% em 2008; a previsão anterior, divulgada em janeiro, era um crescimento de 1,3% a 2%. A previsão para o crescimento do PIB em 2009 é de 2,0% a 2,8% (de +2,1% a +2,7% em janeiro) e a previsão para o crescimento em 2010 agora é de 2,6% a 3,1% (de +2,5% a +3,0% em janeiro).A previsão para a taxa de desemprego em 2008 agora é de 5,5% a 5,7% (de 5,2% a 5,3% nas projeções de janeiro). Para 2009, é de 5,2% a 5,7% (ante 5,0% a 5,3% em janeiro) e, para 2010, de 4,9% a 5,5% (contra 4,9% a 5,1% em janeiro).Esses números são a "tendência central" das previsões dos técnicos do Fed e excluem as três maiores e as três menores previsões para cada indicador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.