Fed: estresse no setor financeiro pode afetar economia

A atividade econômica nos Estados Unidos "desacelerou-se consideravelmente nos últimos meses", o mercado de mão-de-obra "deteriorou-se ainda mais em agosto", a atividade industrial "teve pouca variação em julho, mas caiu fortemente em agosto", os gastos do consumidor "enfraqueceram-se notavelmente nos meses recentes" e os preços ao consumidor "subiram rapidamente pelo terceiro mês consecutivo em julho, mas recuaram em agosto, por causa de uma queda forte nos preços da energia". São as conclusões da ata da reunião do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) realizada em 16 de setembro, divulgada nesta tarde.De acordo com a ata, "com um risco substancial de baixa para o crescimento e um risco persistente de alta para a inflação, os membros do comitê julgaram que manter a taxa dos Federal Funds (taxa básica de juros) inalterada neste momento equilibraria de modo apropriado os riscos para a perspectiva (econômica). Alguns membros enfatizaram que as tensões financeiras mais intensas levaram a uma piora na perspectiva para o crescimento, o que poderia requerer uma reação da política monetária; contudo, tal reação não era necessária nesta reunião".Notando que a inflação continuava a ser uma "preocupação significativa", os participantes da reunião também advertiram que "o comitê deve estar preparado para reverter, no momento apropriado, o afrouxamento monetário colocado em vigor ao longo do último ano".A reunião do comitê em setembro aconteceu poucos dias depois do anúncio do pedido de concordata do banco de investimentos Lehman Brothers e do acordo para a aquisição do Merrill Lynch pelo Bank of America. Segundo a ata, "os participantes notaram que o estresse nos mercados e nas instituições financeiras cresceu".Os integrantes do comitê "estavam altamente incertos quanto aos acontecimentos futuros e suas implicações para a economia mais ampla. Houve uma concordância em que os programas de liquidez estabelecidos pelo Fed ao longo do último ano foram úteis para reduzir o estresse nos mercados financeiros, mas notou-se também que o capital dos bancos e de outras instituições financeiras precisaria ser aumentado de modo a fortalecer o funcionamento do sistema financeiro e aliviar as restrições ao crédito".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.