Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fed faz novo alerta sobre fragilidade da economia dos EUA

Bernanke diz que crise dos mercados imobiliário e de crédito pode se agravar.

Da BBC Brasil, BBC

27 de fevereiro de 2008 | 15h55

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, afirmou nesta quarta-feira que a economia americana pode ficar ainda mais frágil nos próximos meses. Na apresentação do relatório semi-anual sobre a economia do país ao Congresso americano, Bernanke afirmou que a situação econômica dos EUA se tornou "especialmente pouco favorável" e poderá ficar pior. O presidente do Fed afirmou ainda que o banco "continuará agindo na hora certa conforme o necessário para apoiar o crescimento". Segundo alguns analistas econômicos, a afirmação de Bernanke poderia indicar um novo corte de juros, que poderá ser anunciado na próxima reunião do Fed, em 18 de março. A taxa básica de juros dos Estados Unidos foi reduzida de 5,25 para 3% depois dos cortes de janeiro. CrisesDurante o discurso, Bernanke afirmou ainda que os riscos de crescimento econômico continuam presentes e que as crises do mercado imobiliário e de trabalho podem se "deteriorar ainda mais do que as estimativas". Bernanke alertou ainda para os riscos de alta na inflação do país."O essencial é que Bernanke está falando sobre oferecer garantias contra os riscos", afirmou o analista financeiro Firas Askari. "Este é um Fed que está equilibrado para reagir aos riscos contra o crescimento e acredito que eles estejam fazendo a coisa certa em se concentrar no crescimento mais do que na inflação", disse Askari.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.