Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fed: novo desgaste no crédito seria sinal de perigo

O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Ben Bernanke, disse que qualquer "piora significativa nas condições financeiras ou na disponibilidade de crédito seria certamente um sinal de alerta de que precisamos adotar mais ações". O Fed já reduziu a taxa básica de juros norte-americana em 2,25 pontos porcentuais desde setembro, para 3% ao ano, e acredita-se que reduzirá novamente o juro quando se reunir no próximo mês. Bernanke disse que, ao avaliar o cenário econômico, vai buscar a estabilização nas vendas de moradias e no mercado de trabalho, embora não espere um crescimento extraordinário do emprego. Bernanke discursou ao Congresso dos Estados Unidos juntamente com o secretário do Tesouro do país, Henry Paulson. Eles evitaram classificar a desaceleração no setor de moradia como uma crise. Paulson usou o termo correção e destacou que a grande maioria dos proprietários de residências estão pagando suas hipotecas em dia. Bernanke estimou esta parcela em 98%, enquanto Paulson a colocou em 93%. As informações são da agência Dow Jones.

REGINA CARDEAL, Agencia Estado

14 de fevereiro de 2008 | 16h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.