Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Fed pede adiamento de decisão favorável à Bloomberg

Autoridade monetária tenta adiar divulgação de informações sobre empréstimos que fez aos bancos na crise

Marcílio Souza, da Agência Estado,

27 de agosto de 2009 | 16h13

O Federal Reserve entrou com um pedido nesta última quarta-feira, 26, para adiar a divulgação de informações sobre empréstimos que fez aos bancos, no que parece ser o precursor de um recurso contra uma decisão tomada pela juíza distrital Loretta Preska.

 

Ela havia determinado esta semana que a autoridade monetária tinha até o dia 31 para apresentar à Bloomberg informação sobre os empréstimos emergenciais que concedeu aos bancos durante a crise financeira. A Bloomberg entrou com o pedido tomando como base a Lei de Liberdade de Informação dos EUA.

 

Os advogados do Fed argumentaram que os documentos sobre o assunto devem ficar isentos da lei, porque a informação contida neles prejudicaria a reputação dos bancos e sua capacidade de competir.

 

A juíza Preska pode decidir conceder o adiamento, rejeitar o pedido do Fed ou promover uma audiência para ouvir os dois lados.

 

O Fed obteve vitória em casos semelhantes com outros grupos de mídia este ano, entre eles a Fox News Network e a Dow Jones. O Fed não retornou imediatamente uma ligação pedindo comentários sobre o assunto.

 

Nesta quinta-feira, 27, o presidente do Fed de Richmond, Jeffrey Lacker, disse que não tinha certeza sobre o impacto da divulgação da informação. "Eu não tenho certeza sobre o bem que isso faria, e tampouco estou certo sobre o mal que provocaria", disse ele, durante uma sessão de perguntas e respostas após uma palestra. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FedBloombergbancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.